Lançado o DJI Mavic Mini e não vem sozinho…

Lançado o DJI Mavic Mini e não vem sozinho…

31/10/2019 0 Por redação

… ele vem com uma infinidade de acessórios. A DJI voltou a revirar o mercado de drones, com o menor, mais leve, mais importante e mais acessível drone que manterá a gigante chinesa na realeza dos drones para consumidores.

Pequeno, apenas no tamanho
O Mavic Mini é menor e mais leve do que você imagina. As fotos realmente não fazem justiça ao tamanho. É quase inacreditável até mesmo depois de estar na sua mão. O Mini pesa 249 gramas e é cerca de um terço do tamanho do já pequeno Mavic Pro.

Para torná-lo pequeno e leve esse drone não vem equipado com os sensores de colisão, pois afinal, o objetivo é ser um drone divertido para levar em qualquer lugar e “do seu jeito” e por ser um drone de entrada, pode criar uma cultura de não dependência desde cedo desses recursos avançados .

Fácil de voar
Com o novo app “DJI Fly”, desenvolvido exclusivamente para esse “droninho”, muitas funcionalidades mais complexas do app “DJI GO” foram suprimidas para ter o essencial e com a mesma qualidade dos sistemas de navegabilidade e de posicionamento por GPS (por satélites) e VPS (com sensores apontados para o solo) da DJI, que originou a célebre frase “pode confiar, ele volta sozinho”. Não parece, mas apesar do tamanho, pode transmitir imagens a até 2km (CE) e 4km (FCC), chega a voar em velocidade de até 49km/h e suporta segundo a fabricante, ventos de até 8 m/s (quase 30km/h).

Acessórios
Uma coisa que a DJI sabe fazer muito bem (e ganhar muito dinheiro com isso) é o desenvolvimento e comercialização de complementos para seus produtos, o que no caso do Mavic Mini não é exceção: São tantos acessórios legais e tão bem bolados que demonstram essa preocupação vinda desde antes de julho (quando foram vazadas as suas primeiras imagens) em oferecer muito mais do que um drone, mas um gadget voador divertido, simples e descolado: Tem dock station que parece objeto de decoração, bolsa de couro com um pórtico translúcido para transporte, uma “tela” de TV que você pode escrever e mandar recados voando, um carregador para até três baterias que serve também de power bank, e até um suporte para prender o seu Mavic Mini no pescoço.

Peso
Preocupação da DJI com o peso foi a prioridade no seu desenvolvimento, pois precisava substituir seu de drone de entrada, o Spark, que foi um sucesso, e também queria suprir um mercado pouco explorado que são os drones abaixo de 250gr, peso que segundo a maioria das agências e departamento de tráfego, controle e de utilização do espaço aéreo, é isento do cadastramento da aeronave e outras exigências legais, pois é considerado um brinquedo. Uma coisa muito interessante: no Japão, o limite de peso para os considerados “drones de brinquedo” é de 199gr. e claro, a DJI trouxe o Mavic Mini com sua solução para esse grande e promissor mercado, reduzindo o tamanho (e a capacidade menor: 1100mAh contra 2400mAh) da bateria do Mavic Mini, entregando incríveis 199 gramas!

Mercado
Muitas coisas boas vimos nesse produto, se fará sucesso, estamos na dúvida se sim ou com certeza, e começará a estar disponível nas principais lojas do exterior a partir de 11/11/2019. Aqui no Brasil, já existem lojas divulgando que receberão provavelmente o Mavic Mini no final de novembro e algumas já estão na fase de pré vendas. Os respectivos acessórios podem demorar um pouquinho mais.